terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Judite, filha, atenta bem no que te digo

Os candidatos a Presidente são uma impossibilidade filha!
Eu não sei que te diga...eu compreendo...tanta hora de salão para ficares com um platinado de fazer inveja a uma qualquer Marilyn...e, isto.
"Portanto" um, é impossível. Portanto não se consegue mesmo que se tente: ouvir. A "cassete" ressuscitada, bem que tenta avançar no tempo, mas fica-se queda, portanto numa qualquer imagem de ceifeiras e tratoristas dos tempos do PREC. Não há volta a dar.
Depois temos a liberdade:" Ninguém é de ninguém", nasci selvagem, um dois três vou nascer outra vez...só me lembrava o Fernão capelo Gaivota no quarteto e eu ali a bocejar à espera que o passarinho pousasse num sítio qualquer, ou que o intervalo me resgatasse.
Mas não filha, tu nem direito tiveste a um intervalo. "Portanto", se queres o meu conselho reevindica. Ah, e não te esqueças, para a próxima exije umas gravatitas decentes...
Desta vez foram dois mártires, sendo que um é virgem. valha-me Deus!
Quinta feira há mais...prepara-te Judite! A vida é dura!

Sem comentários:

Publicar um comentário