Pesquisar no Blogue

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

O Gigante acorda lentamente

Nas ruas do Cairo, a mudança instala-se.
Entre vivas e orações, pede-se a democracia. Mas que democracia? Não será certamente a cópia torpe de um "modus vivendi" ociental. Menos ainda, certamente,  do American way of life, em estilo de exportação...
O mundo islâmico está na rua, à procura de uma identidade...



Grupos de manifestantes deslocam-se pelo centro do Cairo. Inspirados pela Revolução do Jasmin, que derrubou o ditador da Tunísia Zine el Abidine Ben Ali após 23 anos no poder, milhares de jovens tomaram as ruas de diversas cidades do Egito exigindo a renúncia do ditador Hosni Mubarak, há 30 anos no comando do país Leia mais


2 comentários:

  1. O "mundo islâmico" não tarda muito será de facto todo o mundo.

    ResponderEliminar
  2. Não sendo de forma nenhuma analista política, sigo com alguma preocupação, o que se passa nesta zona do mundo.

    ResponderEliminar