Pesquisar no Blogue

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Cartas

Tenho saudades das palavras que se dobravam. Dos instantes que chegavam devagar...
Desapareceram. 
Só agora, percebi que os marcos de correio adivinharam isso, há muito tempo, quando deixaram que lhes pintassem um "smile" invertido.
Talvez hoje mesmo procure as canetas, os tinteiros, as folhas de papel e recomece...

5 comentários:

  1. Sim, para que nem tudo o tempo devore...
    Só daí!

    (Pilar)

    ResponderEliminar
  2. Também achei uma boa ideia...mas será que as pessoas ainda gostam de receber cartas?..

    ResponderEliminar
  3. Eu adorava, George. E acho que ainda gostaria, contanto que viessem dactilografadas. ;-D

    ResponderEliminar
  4. Escrevo a caneta de molhar no tinteiro. A técnica ensinou-me o meu avô.

    ResponderEliminar