Pesquisar no Blogue

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Hoje a noite vai ser rápida

Hoje a noite vai ser rápida...é um pressentimento.
vai passar pelas horas no tempo dos segundos, à espera de acordar depressa.
Uma espécie de aragem fria, sem tempo para sonhar quase nada.
Não gosto de noites assim, paradas na dobra do lençol, ainda composto pela manhã.
Parece que não se foi a  lado nenhum, não se lembrou de coisa nenhuma, não se inventou sequer. Nem uma viagem pelo passado, rematada com um encontro qualquer...noites só porque tem que ser. sem nenhum motivo especial...mais valia ir buscar o sol, então.

Sem comentários:

Enviar um comentário