Pesquisar no Blogue

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Adormeci na praia

Rompi os espaços todos, nas esquinas do nevoeiro e adormeci na praia.
Ficou a areia fina que me escorria dos olhos. A maresia que ensaiava passos de tango por cima dos meus cabelos.
Mas o tempo, esse esfumou-se na noite. Sem luar.
E , eu não me lembro de ter acordado mais.
Se acordei,  foi só o  breve instante da passagem indefinida da vida. Aquela que corre, rotineiramente. Sem interesse.
O resto, os espaços largos e leves, continuam lá, no silêncio pausado da ondulação



2 comentários: