Pesquisar no Blogue

quarta-feira, 23 de março de 2011

In Sofrimento




As notícias atropelam-se. Sucedem-se a uma velocidade tão estonteante, que não temos quase tempo de as interiorizar. Sobretudo o sofrimento. E, o sofrimento ocupa um lugar demasiado grande, no coração, dos que sofrem. Ocupa um tempo difícil. Demasiado difícil

2 comentários:

  1. Perfeita conciliação de imagem e som para uma profunda interiorização. Deep, very deep.
    Contudo...

    «Há males terríveis e horríveis infelicidades em que nem sequer ousamos pensar e cuja simples vista nos faz estremecer: e se acaso nos abismamos neles, acabamos por achar em nós recursos que não nos conhecíamos, encrespamo-nos contra o infortúnio e acabamos por fazer melhor do que esperávamos.»

    La Bruyère, Os caracteres

    ...
    «A arte de viver assemelha-se mais à arte da luta que à da dança, na medida em que é necessário estar pronto, sem hesitar, a aparar os golpes mais directos e inesperados.»

    Marco Aurélio, Pensamentos

    ResponderEliminar
  2. Duas citações, que se podiam juntar a qualquer um dos quadros de Van Gogh, na pesonificação e transfiguração do sofrimento.

    ResponderEliminar