Pesquisar no Blogue

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Vendidos!





Quando um maestro, no caso o maestro Rui Massena e  respectiva orquestra se prestam a isto, que outro título se lhes pode dar.
A extraordinária voz, é de um filho de Presidente José Eduardo dos Santos.

A partir de agora há uma coisa de que me vou sempre certificar: que não pagarei  para ver este maestro e esta orquestra em circunstância alguma.

Vendidos!

14 comentários:

  1. Vindo daquele senhor presidente, nada me espanta. Tenho momentos que sinto uma revolta imensa por ver o país onde nasci ser (des)governado por alguém como ele. Envergonha-me.
    Quanto ao rapazinho que está a tentar cantar, não merece qualquer comentário. A culpa na realidade nem é directamente dele, mas de quem abre caminhos à força, com o dinheiro, e ignora e despreza todo um povo que há para cuidar.

    Se considerares este meu comentário ofensivo e/ou exagerado, por favor elimina - não levarei a mal.

    ResponderEliminar
  2. Hugo Macedo,

    Se o rapaz cantasse, tanto me fazia que fosse filho do Presidente como de outra pessoa qualquer. Mas isto é uma vergonha. E um maestro que se presta a isto é vergonhoso.

    ResponderEliminar
  3. Caríssima amiga.

    É o futuro, viramos-nos para onde nos bate o sol !

    Eu também já me virei ! Depois conto-lhe tudo...

    ResponderEliminar
  4. Vou linkar faroleiro.
    Vira-se mas com outra luz, se bem o conheço.
    Falamos, então
    E, bem-vindo, de volta, à bloga

    ResponderEliminar
  5. A cena é triste mas pode ser que a orquestra andasse com falta de dinheiro e/ou de espectáculos. Se o que receberam garantir a sobrevivência da orquestra não me parece mal. Quem fica mal é o cantor que usa o dinheiro do pai (quer dizer, do povo angolano) para suprir a falta de talento/treino.

    ResponderEliminar
  6. Ahahahahahhahah...

    Nada como vender-se um pouco, não é?
    Afinal de contas, o maestro Rui Massena precisará de comer, também!
    Não sei que mais lhe diga Filipa...
    Vou voltar para o meu canto e continuar a fazer a Revolução... ;)

    ResponderEliminar
  7. De facto é cho-can-te! Mas também critico todas as grandes celebridades mundiais que actuam por convite na casa daquele senhor. Muitas delas com discursos públicos muito politicamente correctos sobre direitos, liberdades e garantias: vendidos!

    ResponderEliminar
  8. É... evidentíssimo!
    Obrigadinho pela informação!

    ResponderEliminar
  9. jj Amarante,

    Talvez se possa garantir a sobrevivência com espectáculos acessíveis. Com iniciativas juntos crianças/jovens.Um maestro, normalmente , não se rebaixa a isto.
    Quanto ao cantor concordo em absoluto consigo.

    ResponderEliminar
  10. Tiago Mouta,

    Pois o Senhor Maestro até pode apanhar morangos. Não lhe fica mal. Ma sujeitar-se e sujeitar uma orquestra a acompanhar um cantor,que não tem voz e desafina...boa revolução:)

    Paulo de A. Lima,

    Antes de mais obrigada.
    Pelo que diz, apercebo-me da minha ingenuidade...não sabia que era assim. Triste.
    Esta imagem de um maestro e de uma orquestra inteira a fazer este papel, indignou-me.

    mfc,

    A informação é mesmo a que é audível.

    ResponderEliminar
  11. Vergonhoso mesmo, George Sand com tantas vozes angolanas de qualidade....tinha que ser o filho XXXXX.E uns vendidos a ajudar...

    ResponderEliminar
  12. Exactamente. E boas vozes que possivelmente nunca tiveram nem nunca vão ter, a possibilidade de actuar com uma orquestra.

    ResponderEliminar
  13. O que o poder do dinheiro consegue fazer!
    Sejam lá quais forem as razões do maestro,a verdade é que se vendeu.E isso é triste!

    ResponderEliminar
  14. George Sand,
    É lamentável que um povo libertado de uma ditadura caiu noutra, mais grave a meu ver. Os vendidos também caem no mesmo saco...
    Boa noite!

    ResponderEliminar