Pesquisar no Blogue

sábado, 7 de janeiro de 2012

Água na Boca



 Numa altura em que a crise aperta, e se faz sentir, cada vez mais nos bolsos dos portugueses, os escritores e escrevinhadores da praça, deitam mãos à culinária...
Talvez por falta de inspiração ou por "apetites reprimidos"...
A escolha é variada. Vai desde um Miguel Sousa Tavares & rapaziada, na descontracção soalheira do condomínio, com direito a "apresentação com pastelzinho" no Brasil, a uma Clara de Sousa em ânsias de patriotismo, a recordar cheirinhos da avó (espero que não com duas dúzias de ovos a berrar calorias).
A escolha é farta e  profusamente ilustrada.
Temo que a maioria dos leitores, se fique pelas ilustrações e...com água na boca. Mais não seja, literária...ou na expectativa que o "mania de você" funcione e, traga outros frutos...quem sabe, se por "telepatia".


14 comentários:

  1. Não é que a coisa funciona? Este 'Água na Boca' fez-me vir a correr para ver o que se passava por aqui.É pela boca que se apanha o peixe (versão minha)... :))

    Pois é, tem razão, é uma moda que já pegou...em quase todos os programas televisivos há um convidado a cozinhar...dentistas, jornalistas, comentadores, enfim, não tarda nada os cozinheiros de profissão terão que emigrar.

    Bom fim de semana.

    Olinda

    ResponderEliminar
  2. Adorei ouvir esta canção e faz todo o sentido...

    :)

    Bj

    Olinda

    ResponderEliminar
  3. Olinda,

    É a nova literatura portuguesa, com certeza.
    Em tempos de carência...
    Bj

    ResponderEliminar
  4. Faz todo o sentido, Filipa. Se já antes muitas obras literárias davam-nos água na boca, agora, com a crise, qualquer obra culinária nos dará... :)

    Beijinhos, Bom 2012!

    ResponderEliminar
  5. Há "movimentos" em que não alinho!

    ResponderEliminar
  6. Paulo A L,

    Pois Paulo...será mais isso. Mas virá alguma literatura de dar água na boca, certamente. Espero.
    Um bom ano também para si.

    mfc,

    Eu desde que comprei o Pantagruel há para aí vinte anos e não consegui fazer quase nada (são milhares de páginas), também não alinho.

    ResponderEliminar
  7. George Sand,
    É uma questão de moda e fica bem apresentar a parte gourmet, além disso vende bem. Eu não sou uma das que compra!
    Bj.

    ResponderEliminar
  8. Será uma questão de moda ou de falta de inspiração Ana?
    E numa altura destas...bem...para ver ilustrações não se paga ingredientes.
    Eu também não sou nem leitora nem compradora.
    Em relação aos "escrevinhadores" enfim...em relação a escritores, espera-se mais "substância"...com água na boca :)
    Bj

    ResponderEliminar
  9. Deve ser algo que está na moda, ou principalmente algo muito lucrativo nos dias de hoje, mesmo em momentos de crise como este que estamos a viver.

    ResponderEliminar
  10. Nuno Alexandre,

    O que não deixa de ser um bocado estranho...mas lá que está na moda, não tenho nenhuma dúvida

    ResponderEliminar
  11. Ser gourmet agora é muito in.
    Sobretudo para os homens.
    E ainda mais para aqueles que, muito provavelmente, nunca tinham metido um pé na cozinha.
    Enfim....

    ResponderEliminar
  12. Pedro Coimbra,

    Os crepes, os crepes...tem que jogar na antecipação...

    ResponderEliminar
  13. Certos "frutos", no final, após serem bem saboreados, exigem o restabelecimento do nível de calorias.
    Mas... têm uma vantagem... por mais que se saboreiem, não engordam (desde que algumas prevenções sejam tomadas).
    ;)

    ResponderEliminar
  14. Tem razão Bartolomeu.
    Às vezes mesmo engordando, é por uma boa causa
    Obrigada

    ResponderEliminar