Pesquisar no Blogue

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Foi..sem mais nem menos

Foi breve. Muito breve o  voo desses 16 pássaros.
O tempo quase absurdo de um ténue suspiro, que não sabe muito bem, ainda, onde pousar, na demanda de tanto e sempre mais azul...
E o teu sorriso a lembrar o desmedido do horizonte por cumprir. Volteado de todos os 16 pássaros, em cada uma das suas dezasseis cores.
Por cima da ausência, do assombro, da quietude desnecessária, agora.
Tão desnecessária, agora.
E nós lá, à espera... num abraço, que se quer em concha, cingido à  tua planura.
Até sempre Henrique.






2 comentários: