Pesquisar no Blogue

sábado, 30 de abril de 2011

Fuga em quase dó menor

Foi numa fuga breve, de quase dó menor, que o azul se desfez em violeta, o amarelo se despediu de todos os tons de laranja e incendiou os céus, num poente de arco-irís nunca visto.
Sob o ar translúcido, a paisagem deslizava à nossa volta, na velocidade consentida das pupilas.
Nada nem ninguém, que não o murmúrio do gelo a desfazer-se neste princípio de Primavera, a sul,  perturbava o lugar...

4 comentários:

  1. e que fuga... ligeiramente fresca e húmida.

    ResponderEliminar
  2. O mundo tem equívocos assim: o gelo a desfazer-se demoradamente a sul, quando toda a gente sabe que o frio vive no norte.

    ResponderEliminar
  3. Esta fuga em dó menor, a sul, era inspirada numa das paisagens mais bonitas do mundo, fresca e fria, a sul, na Patagónia. Claro que não se podia adivinhar.

    ResponderEliminar