Pesquisar no Blogue

terça-feira, 9 de julho de 2013

A Magia das Chaves - Sete Chaves, no lugar do teu coração


Era difícil entrar em casa, com a memória assim, escancarada de fresco.
Rodar sete vezes as chaves que trazia ao peito, desde que nascera, parecera-lhe sempre, uma tarefa improvável.
Sete vezes dissera-lhe a mãe, antes de morrer. Sete vezes…cada uma das sete chaves, para o lado de onde te soar o teu coração.
E as escadas a galgarem-lhe o pensamento.
E, as portas que rangiam de encontro aos sopros que vinham do quintal.
O coração a sobrepor-se, numa linha imaginária, que se estendia, pela sombra dos ombros, até ao patamar maior da sua existência…

Um desafio...e mais um conto.Espero que gostem!

8 comentários:

  1. Olhe que o 7, na numerologia chinesa (cantonês) tem um som muito semelhante a uma grande asneira :))
    Como o conto não está escrito em chinês, mo man tai (no problem)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui é só mesmo o número sete.E, algum do seu simbolismo.
      Obrigada

      Eliminar
  2. "E, as portas que rangiam"

    Continuas a não saber pontuar uma frase.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca publico este tipo de comentários. Abro hoje vírgula, porque me apetece, uma excepção:
      1- sempre que alguém se dá ao trabalho de comentar desta forma isso tem um significado.
      2-Não há anónimos on line.
      Volte sempre!

      Eliminar